livro dos milionários, excelente não fique sem o seu

Receba DINHEIRO DIARIAMENTE na Conta BANCÁRIA

domingo, 3 de maio de 2009

DICAS PARA UMA BOA ALIMENTAÇÃO.
Simples e nutritivo. O tradicional arroz com feijão, bife e salada dos brasileiros é um prato que contém tudo de que o organismo necessita. No dia-a-dia, pode-se variar e trocar um alimento pelo outro, mas, segundo a nutricionista Reila Satel, o segredo de uma dieta rica em nutrientes e saudável é sempre manter a simplicidade.“A carne vermelha pode ser substituída por peixes e ovos, que também contêm proteínas de origem animal”, afirmou a nutricionista. As proteínas são importantes na formação de tecidos, reparação das células e na cicatrização. As carnes vermelhas, peixes e ovos são excelentes fontes de ferro.Se o preço do feijão estiver salgado, a dica da nutricionista é que esse alimento seja substituído por outras proteínas de origem vegetal, como a lentilha, ervilha, a soja e o grão-de-bico. “Diferente da proteína encontrada na carne, a proteína vegetal não tem todos os aminoácidos necessários e precisa de um complemento. Por isso a combinação entre arroz e feijão é perfeita”, diz. O arroz pode ser trocado, sem perder o valor nutricional, por macarrão, batata, mandioca ou farinhas de milho e mandioca. Esses alimentos são ricos em carboidratos, que fornecem energia ao organismo. “Assim como um carro precisa de combustível, precisamos do carboidrato. Sem essa substância, o organismo não funciona bem”, salientou a nutricionista. No carboidrato é encontrada glicose, que alimenta o cérebro. Com a ausência dessa substância, é natural ficar desconcentrado, desanimado, desmotivado e irritado.Uma importante dica para a substituição de frutas e legumes são as cores. “Quando você varia as cores no prato, varia pigmentos, minerais e vitaminas”, contou a nutricionista. Cada cor corresponde a uma vitamina diferente. “Se você comer cinco frutas no dia e cada uma for de uma cor é a melhor coisa para o organismo.” A nutricionista alerta, ainda, que quanto menor a fruta, maior a concentração de nutriente e que, na safra, esse alimento é mais saudável do que quando passa por maturação forçada. Quem não gosta de leite pode ingerir semente de gergelim a fim de adquirir cálcio. “A semente de gergelim tem 10 vezes mais cálcio do que o próprio leite. Pode-se adicioná-la a bolos ou iogurtes e, assim, levar cálcio para os ossos e dentes”, esclarece Reila. A canela em pó, o queijo e o requeijão também podem substituir o leite.“Uma alimentação balanceada nada tem a ver com restrição. Tudo engorda, até fruta. A única coisa que não tem caloria é a água”, enfatiza a nutricionista. Por isso, tudo deve ser ingerido com moderação. Óleo de cozinha, bolacha recheada e achocolatados devem ser consumidos com cautela, mas não extintos do cardápio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário